Estes animais extraordinários, já visam a época dos famosos dinossauros! Ora, mas como assim? Há muitos milhões de anos volvidos estes animais já colonizavam o planeta Terra, e foram evoluindo em várias direções até aos répteis atuais, que conhecemos hoje. Sabias que há verdadeiros fósseis vivos nesta classe? O que quer dizer que há exemplares que existem atualmente, sem parentescos próximos atuais e que representam grupos outrora, no passado, bastante abundantes. Muito interessante, não? Afinal, como é que será que estes animais conseguiram prevalecer ao longo do tempo? O que faz deles animais tão interessantes?

Os répteis são providos de cores fascinantes, estes animais são ectotérmicos, ou seja se precisarem de se aquecer utilizam como fonte externa o Sol, ou caso contrário uma sombra para arrefecerem o seu corpo, contrariamente aos mamíferos e às aves que são endotérmicos, ou seja, usam o calor gerado internamente para manter a sua temperatura corporal. Os répteis têm o corpo coberto de escamas e dentro desta classe existem espécies que nadam, rastejam, caminham e trepam! Há tanta multiplicidade de mecanismos de resiliência neste grupo e de adaptação ao meio que os envolve que até existem espécies que colonizam o deserto! Espetacular, não? E há mais! Há muito mais para saber sobre estes fantásticos seres vivos, e a importância que eles têm para nós, sim, nós, os Humanos, que muitas vezes não lhes damos o devido valor, e não os respeitamos, simplesmente porque sabemos pouco sobre eles, ou ligamos mais ao que se ouve por aí… 

Ora, aqui está uma boa oportunidade de ficarmos a saber mais sobre estes resistentes! São tão curiosos os mecanismos de defesa, tão diversos, sim, não se baseia apenas em veneno que algumas espécies albergam, não! Há animais que usam o mecanismo de mimetismo por exemplo, como defesa. Alguns até têm espinhos no corpo, um engenho que desenvolveram para sobreviver no seu meio, protegendo-se de predadores. Há répteis com língua azul, ou mesmo com uma língua que parece uma catapulta, fazias ideia? Há tanta diversidade! Sabes que podem ir de muitos metros de comprimento até poucos centímetros? Alguns são providos de uma força extraordinária, em particular na intensidade da sua mordedura, fazendo face a muitos comuns predadores do reino animal.

Muitos répteis são altamente velozes e esguios. Usam formas raras e peculiares de sobreviver e muitas espécies desta classe controlam a população de roedores, que muitas vezes se tornam pragas em alguns recantos do mundo. E que tal darmos uma oportunidade a nós mesmos de conhecer melhor estes animais tão singulares e vê-los bem de perto? Abrir a mente e dar-lhes uma oportunidade, aprender mais sobre eles, aprender a respeitá-los, e saber como estes fantásticos animais se adaptaram a condições muitas vezes adversas. Aceitas o desafio? Então visita o reptilário de Aveiro para os ficares a conhecer melhor, acredita, vale muito a pena saber mais!

Ajuda-nos a crescer e a tornar este projeto, um projeto de excelência, dando aos répteis o valor que merecem.

 

Pin It on Pinterest